27 de junho de 2010

Filme – Guerra ao Terror


Consegui assisti, enfim, ao filme que desbancou o favorito Avatar no Oscar 2010. Guerra ao Terror chegou aqui no Brasil direto em DVD, ou seja, nem a distribuidora estava dando tanta importância assim para o filme. Ele só foi para cinema depois da indicação ao Oscar. Mas o boca a boca faz toda a diferença, e ele foi chegando, chegando, e, puf, ganhou seis Oscars, incluindo o de Melhor Filme

Filme de guerra nos USA é como filme sobre favela e violência aqui: tem aos montes. Então, nem fiz tanta questão assim de ver, mas como passou na TV a cabo... 

Bem, o filme conta a história de uma unidade do esquadrão antibombas americana que serve no Iraque. Eles têm a missão de desarmar os artefatos largados (propositalmente ou não) em áreas civis. 

A ideia que o filme nos passa é mostrar que guerra é um inferno, que eles vivem um dia por vez tentando se manter vivos e contando os dias para volta. Não tenta glamourizar a guerra como outros filmes fazem. A  equipe conta com três soldados, o líder corajoso e um tanto irresponsável para com sua segurança, um soldado correto e valente e um soldado que não consegue superar a morte de um colega em combate. É um bom filme. Mas daí merecer ganhar o Oscar... 

Eu não posso comparar com Avatar por que não o vi, então eu vou falar do que vi. O filme tem mais de duas horas. No começo é bom, com aquele clima de tensão se o soldado vai cortar o fio certo. Mas isso começa a se repetir, se repetir, se repetir. O filme volta a ser um pouco mais movimentado quando as cenas se desenrolam longe do acham a bomba-chegam-perto-da-bomba-desarmam-a-bomba. 

Guerra ao Terror poderia ter 1h30 de duração que conseguiria passar a mensagem corretamente: que a guerra é um inferno, lutada por soldados de todas as raças e crenças, que tem de tudo: loucos, suicidas, sensíveis e insensíveis. E que, no fundo, ninguém que estar lá, mas alguns acham que a vida comum é muito pouco. 

Alguém já viu Guerra ao Terror? Gostaram? 

Serviço 
Nome: Guerra ao Terror 
Nome original: The Hurt Locker 
Diretora: Kathryn Bigelow 
Oscars: Melhor Filme, Melhor Direção, Roteiro Original, Montagem, Edição de Som e Mixagem de Som

Postado por Rafaela

10 comentários:

  1. Já vi e NÃO recomendo. Meu pai, que filme chato!

    ResponderExcluir
  2. Diogo Duarte28/6/10 09:00

    Acho que é um bom filme, mas realmente... Repetitivo pra kct!

    ResponderExcluir
  3. Mariana, até q na primera cena de desarme de bomba, vc dica naquela expectativa, mas depois...

    ResponderExcluir
  4. Diogo, é muito repetitivo mesmo!

    Aturar mais de duas horas de filme cansativo não é pra qq um, não.

    ResponderExcluir
  5. O legal de tudo é que foi bem no dia da mulher, bem na virada da madrugada que a diretora, ex mulher do diretor de Avatar, ganhou o prêmio de melhor direção e tal :D isso sim eu achei memorável rs o filme, só Jesus.

    ResponderExcluir
  6. Carol, isso foi legal mesmo. A primeira mulher a ganhar o Oscar de melhor direção, e em cima do ex-marido! haha

    ResponderExcluir
  7. Filme de guerra q eu adorei foi Pearl Harbor. Chorei mt qd o Danny morreu :-( (nd a ver o q eu tô falando rsrs)

    ResponderExcluir
  8. Mirela, eu gostei do Falcão Negro em Perigo. Já viu?

    ResponderExcluir
  9. Nunk vi naum. Vou ver se eu vejo pq ultimamente naum tenho + paciência pra ver filme em ksa, só no cinema.

    ResponderExcluir
  10. Mirela, tb não vejo muito filme em casa, não. Mas como passa muito filme dublado no cinema (não gosto), não tenho ido.

    ResponderExcluir