12 de março de 2012

Livro 4 de Julho – James Patterson

Recebemos da editora Arqueiro o livro 4 de Julho, de James Patterson e Maxine Paetro. Patterson é um dos autores com mais livros vendidos, mais de 230 milhões. Escreve, principalmente, romance policial. Nunca tinha lido nenhum livro dele, mas essa espera acabou. 

A história gira em torna de Lindsay Boxer, policial exemplar acusada de se exceder em uma abordagem. Forçada a tirar férias, Lindsay vai para uma cidade tranquila, mas que fica em estado de tensão quando uma série de assassinatos de pessoas exemplares acontece. Claro que o lado policial fala mais alto e Linds investiga os casos. 


Com capítulos curtos, a leitura se torna ágil, muito ágil até. Eu não sei se eu já estou muito acostumada a ler esse estilo, mas eu achei a justificativa da série de assassinatos meio rasa. É uma motivação forte para quem cometeu, mas, mesmo assim, achei a resolução meio confusa, resolvida de qualquer jeito. Além disso, o julgamento da policial é completamente absurdo, impossível de ela ser acusada daquela maneira e ter o julgamento levado adiante. Por mais que a gente saiba que é uma ficção.

Enfim, acredito que as minhas ressalvas existem por eu ler muito suspense policial e já sei muito dos atalhos que os autores usam. Mas, com certeza, vou ler outros livros de Patterson, inclusive a série Clube das Mulheres Contra o Crime (que conta com Lindsay Boxer e suas amigas). Até porque o autor não vendeu mais de 200 milhões de exemplares à toa, né? Eu é quem ainda não descobri o “quê” a mais. Rs 

Testado por Rafaela

4 comentários:

  1. Você está quase uma especialista neste estilo. Eu não gosto muito, pois fico muito angustiada com esses livros... :(

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Por isso mesmo, Mari, que eu vou dar um tempo nesse estilo de leitura. Tô ficando craque já. rs

      Excluir
  2. Achei o tema interessante, gostaria de ler.

    ResponderExcluir