6 de abril de 2012

Filme Habemus Papam

Acredito que um dos pensamentos sobre o Papa é que ele desfruta de todo o conforto no Vaticano, viaja para tudo quanto é país e tal, ou seja, tem uma vida “mansa”, só no glamour. Claro que ele lida com questões bem barra-pesadas que rondam a Igreja, mas no geral a muita gente acha que é só alegria. 

Pois bem. O filme Habemus Papam é uma comédia em que mostra a pressão de assumir o cargo. E como os cardeais, na verdade, torcem para não serem escolhidos. 


 Em uma coprodução entre Itália e França, o filme (falado em italiano) é uma sátira em torna da áurea e do mistério que pairam sobre o conclave que elege o novo Papa. De forma super bem-humorada, mostra uma possível recusa de o Papa eleito em tomar. 

A história é surreal: quem imagina que alguém não queira assumir a Igreja? Mas será que isso já não aconteceu? A ideia é tão doida que parece plausível. 


Enquanto acompanhamos o ataque de pânico que acomete o eleito, vemos também o que os cardeais eleitores fazem enquanto estão reclusos sem saber quando poderão sair. 

Todos os personagens são ótimos. Do Papa perturbado aos cardeais, passando pelo psiquiatra chamado às pressas para ajudar. 

Enfim, o filme é uma comédia bem leve, divertida e uma ótima pedida para o feriadão. 

Testado por Rafaela

2 comentários:

  1. Concordo plenamente. O filme é muito bom. Recomendo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fui sem grandes expectativas e me surpreendi! :D

      Excluir