9 de agosto de 2012

Livro - Alcoolismo, a doença da negação

Qual a sensação de descobrir que o médico cirurgião em quem você confia é alcoólatra? 

Em "Alcoolismo, a doença da negação" (Editora Lacre),  o médico Claudio Leite revela que durante quase duas décadas conviveu com o vício do alcoolismo. Mesmo sendo esse um tema pesado, o livro é "fácil" de ler. É muito interessante observar como um médico renomado (ele foi considerado um dos melhores cirurgiões de recém-nascidos do Brasil, responsável pelo desenvolvimento de uma técnica cirúrgica pioneira) assume sua fragilidade (e "humanidade") ao falar da doença.

O livro é todo escrito em primeira pessoa. Ao longo das 140 páginas aproximadamente, dr. Claudio faça sobre a origem da doença e o processo de recuperação, conta a experiência de frequentar grupos de Alcoólicos Anônimos (AA), os dias passados trancado bebendo, a briga entre o amor pela medicina e o vício pela bebida, os amigos que fez e os que perdeu, a relação com a família. 

O médico afirma que nunca entrou em um centro cirúrgico alcoolizado, mas teve que remarcar cirurgias ou pedir que um auxiliar a fizesse, algumas vezes, por não se sentir em condições de assumir tamanha responsabilidade, tudo por consequência da ingestão de bebida. 

Como médico, dr. Claudio passa todo o livro insistindo em um ponto: alcoolismo é doença e deve ser tratada como tal. 

Mesmo para quem não tem nenhum caso de alcoolismo na família ou entre amigos e, especialmente para quem tem, o livro é uma oportunidade interessante para pensar sobre o tema e compreender que qualquer pessoa pode passar por uma situação assim. 

Dr. Claudio está há 14 anos sóbrio. 

Testado por Mariana


Um comentário:

  1. Achei bem legal pois parece ele conta a história sem rodeios, sem floreá-la e sem se fazer de vítima ou tentando encontrar desculpas para beber. O livro deve ser bem legal mesmo.

    ResponderExcluir