10 de setembro de 2012

Filme Intocáveis

Um homem riquíssimo, aristocrata, com gosto refinado sofre um grave acidente e fica tetraplégico. Uma fila de candidatos preparados para ocupar a vaga de cuidador e o escolhido é mais inesperado: o que não possui formação, imigrante da África, com passado nebuloso e sem nenhuma piedade. Esse é o pontapé do filme Intocáveis, produção francesa que rendeu um César (premiação daquele país) ao ator Omar Sy, intérprete do cuidador Driss. 


Aí, você imagina: “esse filme deve ser um saco, um dramalhão sem fim”. Engano seu. Baseado no livro O Segundo Suspiro, de Philippe Pozzo Di Borgo – o rico tetraplégico, Intocáveis mostra a vida de duas pessoas que possuem os mesmos desafios, apesar dos motivos diferentes. Em forma de comédia. É aquele tipo de comédia que certas piadas e situações te fazem rir demais. Principalmente por Driss não ter um pingo de pudor para falar com seu chefe, seja algum comentário sobre a tetraplagia ou o comportamento da filha do patrão.


Lendo os comentários pela Internet, uns reclamaram que faltou sensibilidade, um draminha a mais. Pois bem, eu não li o livro, mas li uma entrevista de Di Borgo (interpretado por François CLuzet) em que ele dizia ter procurado um funcionário que não tivesse piedade, que não fosse ficar peninha se tivesse que fazer algum movimento mais brusco, que não vacilasse na hora do cuidar, pois ele mesmo não se fazia de vítima. Então, ter drama só para angariar bilheteria? 

Intocáveis pode não ser digno de Oscar, mas é um ótimo filme, com ritmo intenso, não cansa, não deixa você olhar para o relógio pra ver quanto ainda falta. Enfim, é uma ótima pedida, vale o ingresso! 

O filme estreou aqui no Brasil no dia 31 de agosto. 

Testado por Rafaela

A fonte das fotos está aqui.

6 comentários:

  1. Vi o filme e também gostei, principalmente pela interpretação do ator Omar Sy, que faz o cuidador.
    Ele é muito bom.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele, realmente, está ótimo nesse filme.

      Excluir
  2. Poxa, achei que esse filme fosse só chororô!

    ResponderExcluir
  3. Oii Rafaela, to doida para ver esse filme. Aproveito ainda para dar uma dica para vcs... é o filme Até que a Morte nos Separe, uma comédia brasileira que morri de rir. Dà uma olhada. http://youtu.be/UZiOpdzutaU bjus.

    Evelin - SP

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Evelin. Foi dar uma olhada, sim! Só pelo nome parece ser divertido. :D

      bjos!

      Excluir