27 de setembro de 2012

Koni Store

Há um ano, publiquei aqui no blog um teste que avaliava o atendimento da Koni Store do Centro do Rio de Janeiro. Eu não sabia naquela época que o que estava ruim poderia piorar. Pois bem. Na semana passada, decidi almoçar no Koni do Botafogo Praia Shopping. Foi, definitivamente, meu almoço de "despedida" da rede especializadas em temakis.

Eu cheguei à loja às 12h10, aproximadamente. Supreendentemente, havia apenas uma pessoa na minha frente e outras três mesas ocupadas, sendo que em duas delas, as pessoas já estavam com suas refeições. Pensei "vai ser rápido". Não foi! Pensei em pedir muitas coisas, mas como não queria demorar, fui no básico Hot Filadélfia Roll, uma das coisas mais simples que eu poderia pedir.  Em vão. 

Talvez por "contenção de despesas", já há algum tempo, o restaurante não tem mais atendentes para anotar os pedidos e trazê-los até a mesa do cliente. Agora, o cliente entra na fila, faz seu pedido, recebe uma senha e espera ela aparecer no painel para pegar a refeição. Até aí, ok. O problema é que a caixa, a pessoa que anota o pedido, e a pessoa que pega a bandeja e a entrega no balcão para o cliente são A MESMA PESSOA. Então, você imagina que rápido. 

A coitada da atendente, ao mesmo tempo em que ouve o pedido e faz o pagamento, precisa, a toda hora, parar  e pegar o pedido que está piscando no painel. Resultado: fiz o pedido às 12h14, como é possível conferir nas fotos, ele ficou "pronto" às 12h32, mas só me chamaram às 12h41. Sabe o que aconteceu? Minha comida estava fria. Pra mim, Koni nunca mais. 

Testado por Mariana

8 comentários:

  1. Acho horrível essa "economia porca" dos restaurantes. Um funcionário para fazer tudo e nenhum cliente quer esperar, lógico.

    Eu não tenho hábito de temaki, mas pela foto a carinha deles não está lá muito boa, não.

    ResponderExcluir
  2. Caramba! esse restaurante precisa de um "sacode", principalmente se a comida valer a pena.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tá, sim, Denize. Mas, na verdade, acho que não tem mais jeito, pois só piora com o tempo.:(

      Excluir
  3. Comi um yakissoba no Koni do Barra Shopping que estava uma porcaria. Tinha pouco legume e a carne meio borrachuda. E, como aconteceu com você, demorou muito. Antes tivesse feito em casa. Economizaria e faria um yakissoba muito melhor.

    ResponderExcluir
  4. Letícia, é isso aí. Em casa é mais barato e mais gostoso.

    ResponderExcluir
  5. Como paulista (do interior) recentemente mudada para terras cariocas, na minha opinião, a comida japonesa agora é igual a pizza era uns tempos atrás: ruim e cara. Em qualquer restaurante o yakisoba é ruim (todos eles são muito doces, os legumes raramente estão no ponto correto e o macarrão usado é sempre de péssima qualidade), o sushi não é bem feito e esses foram os pratos que eu tive coragem de provar. O único ponto positivo do Koni para mim é que ele é relativamente justo. Você paga menos por menos, ao contrário de muitos restaurantes que cobram o preço de um rodízio top por um sushi de churrascaria.
    Espero que a comida japonesa siga a tendência da pizza, que agora está mediana e barata.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo, esta foi a melhor análise sobre a qualidade de comida japonesa no RJ que eu já vi. É isso mesmo!

      Excluir