28 de setembro de 2012

Livro A Escolha – Nicholas Sparks

Preciso confessar que o mais perto que cheguei do autor Nicholas Sparks foi o filme Um Amor para Recordar (nunca li o livro) e nem sabia que era dele; só descobri um bom tempo depois. Sempre associei Sparks a romance muito açucarado, melodramático, que faz a pessoa chorar. Então, nunca tive interesse em ler livros ou assistir a algum filme baseado em suas obras. Mas ganhei num sorteio do blog Entre Livros, da minha amiga (e testadora convidada de carteirinha) Carol, o livro A Escolha e tive que ler, né? :D 

A Escolha conta a história de Travis e Gaby, vizinhos e pessoas com estilo de vida totalmente oposto que se conhecem e encontram muito mais coisa em comum do que imaginam. Eles se conhecem, tornam-se amigos e o resto, vocês imaginam. 

Até a metade do livro, a historia corre num estilo relativamente ágil. Um pouco depois da metade, o livro dá uma reviravolta chegando aos seus dramas e tragédias. Não acho que o ritmo tenha caído muito, não. Manteve-se bem, com um arrastado ali e outro aqui. Foi um drama, uma tragédia, mas não do estilo “vou me afogar em lágrimas”. Pelo menos, para mim. 

Com a fama de finais mais dramáticos ainda, com o leitor quase entrando em depressão (#exagero), me preparei para o pior. Mas até que me surpreendi. O final não é de todo um drama. Dando uma pesquisada, vi que esse livro é o menos dramático e trágico dele (bom pra mim).

Achei o livro totalmente voltado para o público feminino, com a visualização do amor perfeito, do companheiro perfeito, enfim, muito romance para as meninas suspirarem. É legal pra fugir da realidade mais dura, mas beira ao surreal tamanha perfeição.

Sinopse da editora Novo Conceito: 

Travis Parker possui tudo o que um homem poderia ter: a profissão que desejava, amigos leais, e uma linda casa beira-mar na pequena cidade de Beaufort, Carolina do Norte. Com uma vida boa, seus relacionamentos amorosos são apenas passageiros e para ele, isso é o suficiente. Até o dia em que sua nova vizinha, Gabby, aparece na porta. 

Apesar de suas tentativas de ser gentil, a ruiva atraente parece ter raiva dele. Ainda sim, Travis não consegue evitar se engraçar com Gabby e seus esforços persistentes o levam a uma jornada que ninguém poderia prever. 

Abrangendo os anos agitados do primeiro amor, casamento e família, A Escolha nos faz confrontar a questão mais cruel de todas: Até onde você iria manter o amor de sua vida? 

Sinceramente? Gostei do livro e sempre tive vontade de ler até o final. Se compraria algum livro de Sparks? Acredito que não. Pelo simples fato de não ser meu estilo de leitura e não gostar desse dramalhão todo. 

Você gosta de Nicholas Sparks? Qual livro sem tanto drama você me recomendaria? 

Testado por Rafaela

5 comentários:

  1. Que bom que você não achou tão ruim.
    Viu? Eu falei que não era tão rum!
    Em breve mandarei relato novo.
    Beijos!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Caro. Realmente, o livro tirou um pouco do preconceito que tenho contra o autor. Mas, pelo o que li, esse é um dos mais leves, menos trágicos. Então, não sei se me arrisco em outro. hehe A não ser que vc me indique um. ;)

      Estamos esperando, leitora gold! :D

      Excluir
  2. Gostei do comentário, mesmo com seus altos e baixos, vou ler.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Denize, tente ler. Até que é uma leitura relativamente leve.

      Excluir
  3. É, pelas suas observações, acho que esse livro não é do tipo que me interessa. Não gosto mt de livros com historinhas de amor.

    ResponderExcluir