21 de agosto de 2013

Livro Bling Ring – A gangue de Hollywood – Nancy Jo Sales

Com a aproximação da estreia, em terras brasileiras, do filme Bling Ring, resolvi ler o livro, da jornalista Nancy Jo Sales.

O livro, que surgiu a partir de uma matéria da mesma jornalista fez para a revista Vanity Fair, conta a história de um grupo de jovens que, obcecados pela fama e pelas celebridades, resolvem de artistas (ou pseudoartistas), como Paris Hilton, Rachel Bilson e Orlando Bloom, para roubar seus pertences, joias, roupas, perfumes, bolsas e até armas. A autora debate a ideia de que ser famoso a qualquer preço, de qualquer maneira começa a mexer cada vez mais, e cada vez mais cedo, na cabeça de crianças e adolescentes, principalmente com o tanto de reality show e programa de talentos que existe numa cultura obcecada pela fama, dinheiro, sucesso e poder, como a dos EUA. 

Então, além tentar traçar o perfil desses jovens ladrões, a autora mostra um pouco dos bastidores de sua pesquisa para a matéria. O encontro com os advogados, entrevistas com alguns dos acusados e policiais, pesquisa sobre o padrão de vida deles.

Por ser mais um bastidor, uma construção da história em si, o livro não tem uma narrativa linear, como se fosse uma ficção, mostrando de forma cronológica os roubos e seu desenrolar. Mas o que mais me incomodou foi mostrar os acontecimentos de forma picotada. Fala de um roubo, aí passa para uma entrevista com o advogado (sobre outro acusado ou outro roubo), depois volta pro primeiro roubo. Claro que, muito provavelmente, foi assim, aos pedaços, que a jornalista tenha conseguido as informações para juntar o quebra-cabeça e montar a história.

Mas o livro é válido para a gente pensar um pouco sobre esse culto à fama, ao dinheiro e à celebridade. Querer usar o produto supercaro que a atriz usa, mesmo que você não tenha 1% do dinheiro dela. Também é válido pra ver como as celebridades são descuidadas com sua segurança. Não sei se é por morarem num país em que eles se consideram seguros ou por achar que ninguém fará mal a um artista, eles deixam portas abertas, chaves embaixo de tapetinhos, sistema de segurança destravado, enfim, é um convite à invasão!

O livro foi levado para as telas pela cineasta Sofia Coppola. Já li alguns críticas dizendo que o filme ficou um pouco raso, sem mostrar o cerne da questão de forma mais aprofundada (a tal obsessão pela fama).

Da editora Intrínseca, Bling Ring tem 272 páginas.

Testado por Rafaela

4 comentários:

  1. A vida particular dos artistas sempre causa curiosidade, por suas loucuras e deslumbramentos, principalmente nos jovens que sonham com a fama. Achei a história interessante. Vou comprar o livro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O livro é bem legal por mostrar essa obsessão com a vida do artista.

      Excluir
  2. Eu nem sabia que esse filme estaria em cartaz aqui no Brasil. Descobri por causa do post e fiquei bem interessada em ver, mas, de uma forma geral, eu não me "dou bem" com os filmes da Sofia Coppola.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os filmes da Sofia Coppola são meio estranhos mesmo. Ela fala muito sobre o "nada", a solidão, o dia a dia e tal, mas parece que os filmes não chegam a lugar algum. Inclusive, já li uma crítica do filme reclamando disso, que ela não se aprofundou, ficou meio superficial.

      Excluir