8 de novembro de 2013

Orange is the New Black

Essa dica já é um pouquinho passada, mas não custa nada comentar também. A Netflix, TV paga pela internet com milhões de acesso no EUA e que chegou recentemente no Brasil, lançou Orange is the New Black.

O seriado é baseado no livro de mesmo nome da autora Piper Kerman e adaptada por Jenji Kohan. A história conta o dia a dia na cadeia de Piper Chapman, uma jovem que precisa cumprir 15 meses de prisão. Chapman, noiva de um aspirante a escritor que está lançando uma linha de sabonetes artesanais com sua melhor amiga e levando sua vidinha, transportou dinheiro de tráfico internacional de drogas de um país para o outro há uns bons anos antes. Não foi pega na época, mas sua quadrilha, ou melhor sua comparsa e amante Alex Vause, foi presa e a delatou.

Obviamente, ela foi para a mesma penitenciária de seu ex-amor. Com seu noivo se afastando e se vendo completamente sozinha, Piper precisa aprender as regras oficiais e não oficiais da cadeia, a conviver com suas colegas de celas e toda a hierarquia presente por lá.

A cada episódio é contada a história de uma das internas, mostrando o que as levou pra cadeia, seus sentimentos, seu passado. Inclusive, acho essas histórias fora da prisão melhores do que as da própria protagonista. O noivo meio bobão, o irmão estilo doido-alternativo, sua amiga fútil são meio forçados e dispensáveis. As situações vividas por Chapman já presas são bem mais interessantes.

É interessante também ver as situações que levaram aquelas mulheres para cadeia. Nem todas tinham o comportamento “desviado” ou eram “ruins”. E mesmo estas “marginais” de nascença têm um lado bom, com uma fagulha de sentimento. Então, ela vai se ajustando entre lágrimas, momentos de euforia e depressão. 

A primeira temporada teve 13 episódios, uns melhores do que outros. A segunda leva já confirmada, mas sem data de estreia. Não posso dizer que a série é maravilhosa, a melhor existente; é um pouco novelesca, mas que vai engrenando aos poucos e que termina com um gancho ótimo.

Testado por Rafaela

6 comentários:

  1. Adoro seriados, principalmente aqueles que nos prende, que deixam a gente ficar ansiosa pelo próximo episódio. Não vi essa primeira temporada do Orange, mas, a segunda quero ver

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Assista, Denize. É legal. Comece com a primeira temporada para não ficar perdida. ;)

      Excluir
  2. Mal vejo a hora da segunda temporada, estou contando os meses

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vc tem ideia de quando vai sair a segunda temporada, Joel?

      Excluir
  3. Rafaela, infelizmente não sei, mas espero logo algum anuncio da estreia da nova temporada.
    Mas deixo uma dica: Vocês já assistiram Houses of Card, que também é uma série original netflix?
    Senão eu recomendo muito, ela conta a história de um político americano, achei que o melhor do netflix são essas series exclusivas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Joel, você viu a notícia que a Laura Prepon vai voltar pra quatro episódios e que a segunda temporada vai ser mais focadas nas outras detentas?

      Eu nem tinha dado atenção a House of Cards, mas tem lido tanta coisa boa sobre ela que vou assistir. Li que a pessoa fica com tanta raiva do Kevin Space que dá até nervoso. rsrsrs

      Excluir