28 de setembro de 2014

Testadora Convidada – Um dia no Projac

Hoje, nosso teste é um pouco diferente. A Camila Duarte, colunista do nosso parceiro Entre Livros, foi com a prima acompanhar uma gravação do Caldeirão do Huck, da Globo.

Para fazer companhia a minha prima topei o desafio de ir assistir uma gravação do programa Caldeirão do Huck, da rede Globo [em agosto]. Chegando ao local combinado, no bairro de Colégio, descobrimos que a Caravana de Irajá (a nossa caravana) era na realidade uma excursão escolar do Colégio Luis de Camões. Isso mesmo, euzinha com os meus 27 anos estava de volta para os tempos de escola e cercada de adolescentes na faixa de 12 a 14 anos. Uma mistura de nostalgia, constrangimento e diversão tomou conta no caminho até o Projac, embala pelos sucessos do funk de hoje em dia misturados ao samba, a macarena e Rouge.

Camila e sua prima Raissa.
 
Chegamos por lá por volta das 13 horas e encontramos vários outras caravanas, desde pessoas bem alternativas a pessoas bem comuns. Depois de recebermos o nosso lanche (dois pães de forma – queijo e presunto, biscoito Bikini, pingo, maça e waffles) e o gostoso suco da Lalita (mistura de laranja e tangerina que tem gosto de vitamina C). Depois de saciada a fome, ficamos numa ante sala a espera da gravação que só foi começar lá pelas 14:30. Para passar o tempo, apareceu um ator da malhação que mesmo sem saber o nome do dito cujo, não deixou de ser a celebridade mais clicada do dia! Ele participou de todas as gravações na plateia. Eu o achei meio que desocupado e não tirei foto porque não sabia o nome dele. Imagina tirar foto com o um pseudo-ainda-famoso sem saber o nome? 


A primeira gravação foi o quadro Acerte o Desenho, no qual os participantes com a ajuda dos famosos a desenhar e descobrir o que seu parceiro desenhou. O ganhador recebe a quantia de 5 mil reais. Até que foi legalzinho. Neste quadro foram a atriz Fernanda Souza (uma graça de pessoa e que quase caiu em cena) e o comediante Helio de la Penha. Até aí tudo bem parecia que ia ocorrer tranquilamente, e que nós estaríamos em casa antes das 19h. Ledo engano. Pois gravamos novamente, agora com os atores Daniele Suzuki e Rodrigo Lombardi (um verdadeiro pão, simpático, contagiante e também quase caiu do palco, duas vezes XD). Neste parecia que o trio da Tim (que a patrocinadora do quadro). Quando eu finalmente pensava que tinha terminado, descobrimos que ainda teria a gravação do Lata Velha! Isso já era mais de 18 horas. A coluna já estava gritando e a fome também. Tivemos uma segunda parada, mais um lanche agora com Guaravita. E lá pelas 19 horas começou de novo a gravação. 


Apesar do pedido da produção de ficarmos no mesmo lugar, na hora de entrar nos estúdios acabamos ficando na bem na lateral do palco, na segunda fileira, onde a Dani Bananinha – assistente de palco – fica. Ou seja, dessa vez eu acabaria aparecendo na tela. E acabou acontecendo. O lado chato foi que tanto eu e a minha prima já estávamos de saco cheio de gravações e ainda por cima todo o processo do lata velha (a escolha da família, aquele vídeo longo) foi transmitido, mais tempo sentada. A apresentação foi até legal, o casal incorporou Jay-Z e Beyoncé. Fiquei pertinho do Huck e até tirei uma foto! E a minha prima tirou com a Dani Bananinha. 

A montagem dos palcos foi algo bem interessante de acompanhar. E pude perceber em certos momentos a leveza e a aspereza de apresentador. Vemos o quanto a pessoa é normal e como é cansativo. Vida de figurante não é fácil. Nossa Caravana foi a última a deixar o projac e só cheguei em casa por volta das 21:40! Isso porque voltei de taxi (eh, peguei carona com a Angélica) de Colégio para casa.

Ponto alto: Os adolescentes da caravana. O querido Brian, que em alguns momentos me chamou de senhora, tia e por aí vai. É um povo divertido, ligado a 1000 por hora. Até ganhei uma irmã!

Ponto baixo: Grande demora em começar a gravar, muitos quadros, você não consegue chegar perto dos artistas, um pouco desorganizado. E muito cansativo.

Para você que está de férias, quer fazer algo diferente, conhecer pessoas alternativas e não liga para o cansaço, fica a dica. Só paguei 10 reais por essa aventura! 

XOXO

Mia Duarte- Hora da Colunista.


Obrigada, Mia, por esse relato superbacana!!

Tem algum produto ou serviço que testou e quer compartilhar a opinião? Mande e-mail para testeipravoce@gmail.com .

Postado por Rafaela

5 comentários:

  1. Show, hein? Ri com o comentário sobre chamarem a Mia de senhora. Amiga, eu também passo por isso! O post de hoje me lembrou de quando fui ao Xuxa Park com meu primo, mas eu devia ter uns 8 anos (já denuncia a gravação em fita). Não me lembro de muita coisa, a não ser da foto com ela. Adorei! Beijos, Rafa! ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu já fui ao Xou da Xuxa (bota séculos nisso). Era bem pequena, não lembro de praticamente nada. Só lembro que era muito cansativo. Minha mãe disse que tive febre. Não sei se foi a emoção de ver a Xuxa ou o cansaço. rsrs

      Excluir
  2. Foi um dia bem diferente e inesquecível. Pelo menos dois quadros, o com a Dani e o Lata Velha já foram ao ar nestas últimas semanas :D

    XOXO
    Mia Duarte - Hora da Colunista

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pela participação, Mia! Post bem diferente. :D

      Excluir