6 de maio de 2015

Livro Ligeiramente Maliciosos – Mary Balogh

Sinopse

“Personagens carismáticos e a alta tensão sexual entre Rannulf e Judith fazem de Ligeiramente maliciosos uma leitura verdadeiramente deliciosa.” – Publishers Weekly

Após sofrer um acidente com a diligência em que viajava, Judith Law fica presa à beira da estrada no que parece ser o pior dia de sua vida. No entanto, sua sorte muda quando é resgatada por Ralf Bedard, um atraente cavaleiro de sorriso zombeteiro que se prontifica a levá-la até a estalagem mais próxima.

Filha de um rigoroso pastor, Judith vê no convite do Sr. Bedard a chance de experimentar uma aventura e se apresenta como Claire Campbell, uma atriz independente e confiante, a caminho de York para interpretar um novo papel. A atração entre o casal é instantânea e, num jogo de sedução e mentiras, a jovem dama se entrega a uma tórrida e inesquecível noite de amor.

Judith só não desconfia de que não é a única a usar uma identidade falsa. Ralf Bedard é ninguém menos do que lorde Rannulf Bedwyn, irmão do duque de Bewcastle, que partia para Grandmaison Park a fim de cortejar sua futura noiva: a Srta. Julianne Effingham, prima de Judith.

Quando os dois se reencontram e as máscaras caem, eles precisam tomar uma decisão: seguir com seus papéis de acordo com o que todos consideram socialmente aceitável ou se entregar a uma paixão avassaladora?

Neste segundo livro da série Os Bedwyns, Mary Balogh nos conquista com mais um capítulo dessa família que, em meio ao deslumbramento da alta sociedade, busca sempre o amor verdadeiro.

Ligeiramente maliciosos é o segundo livro da série Os Bedwyns (o primeiro, Ligeiramente casados, já teve post aqui no blog), que recebemos da editora Arqueiro. Nesse texto, Mary Balogh conta a história do irmão Ralf Bedwyn e Judith, moça que é obrigada a morar na casa de parentes distantes, pois seu pai estava em grandes dificuldades financeiras.

Um encontro inusitado entre os dois faz nascer momentos de paixão que logo precisam ser deixados para trás. Mas é claro que há um reencontro em situação bem diferentes, no qual as diferenças sociais estão bem definidas.

Quando se trata desse estilo de livro, já sabemos o fim. Clichê ou não, o que vale é o meio, como a autora nos levará até lá. Além disso, é impossível comparar os livros de uma série. A volta por cima da mocinha é muito mais marcante em Ligeiramente maliciosos, sua resignação em aceitar seu destino ao mesmo tempo em que nutre esperanças de uma mudança. Já em Ligeiramente casados, a mocinha está em uma situação em apuros por outros motivos, e vamos acompanhando os obstáculos sendo derrubados.

No miolo de Ligeiramente maliciosos, não há movimentos que mudem a trama. Só situações embaraçosas e que dificultam o encontro dos protagonistas. Nas 30 páginas finais, mais ou menos, já há uma virada na história em que possamos atestar a força e o ímpeto de Judith, quando ela luta para resolver seus problemas e se livrar de tudo que a persegue. 

Não tenho, ainda, um livro preferido. Ambos estão no mesmo patamar para mim. Aguardando a continuação da série para ver mais e mais mocinhos e mocinhas enrascadas. 

O segundo livro da série Os Bedwyns possui 288 páginas. Leitura supertranquila, com texto bem simples. 

Testado por Rafaela

4 comentários:

  1. Gosto muito desse tipo de história, mocinhas e mocinhos enrascados. Pretendo ler.

    ResponderExcluir
  2. adoooro resenhas que nem a sua! diretas, sem enrolação e que não são resumos do livro ou da sinopse!
    parabéns!
    Beijos

    http://ilusoesnoturnas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Paloma!! Obrigada!

      Chego logo no que interessa. rsrsrs

      Beijos!

      Excluir