5 de novembro de 2015

Livro Confissões de inverno – Brendan Kiely

Sinopse

À medida que sua família se desintegra, Aidan Donovan, um adolescente de 16 anos, procura consolo em estimulantes químicos, no estoque de bebidas do pai e nas atenções do padre Greg, o único adulto que realmente o escuta.

O Natal chega e seu mundo entra em colapso quando ele reconhece o lado obscuro do afeto que o padre Greg lhe dedica. Enquanto tenta dar sentido à própria vida, Aidan conta com o apoio de um grupo de amigos desajustados: Josie, a garota por quem se apaixona; a rebelde e espontânea Sophie; e Mark, o carismático capitão da equipe de natação.

Confissões de inverno mostra as formas pelas quais o amor pode ser usado como uma arma contra a inocência – mas também pode, nas mãos certas, restaurar a esperança e até a fé.

O corajoso romance de estreia de Brendan Kiely expõe o mal que os segredos mais profundos que guardamos podem causar e prova que a verdade liberta e abre caminho para o amor.

_______________________________________________________________________________

Assim que comecei a ler Confissões de inverno, que recebemos da editora Arqueiro, achei que Aidan, o adolescente protagonista, era um rebelde sem causa. Isso foi logo no início mesmo, nas dez primeiras páginas. Suas reclamações sobre a vida, a falta de amigos e seu comportamento perante sua mãe demonstravam que ele seria uma personagem ruim de aturar.

Mas, à medida que a história avança, entendemos o motivo de seus questionamentos, sua raiva do mundo, de como é o comportamento das pessoas em sociedade, suas falsidades....

Dos amigos do protagonista, gostei mais de Mike. Combina mais com Aidan, tem seus medos, seus tramas, parece ser mais verdadeiro. As meninas são mais para compor um quarteto, fazer um número, são bem dispensáveis para o andamento da história.

Também dá raiva dos antagonistas, como o padre Greg, um ponto importante da história que permeia todo o livro. Ao mesmo tempo, sentia pena e raiva da mãe de Aidan. Completamente perdida, tentava se reerguer mantendo uma aparência de vida feliz, mas sofrendo tanto e, ao mesmo, negligenciando seu filho.

O livro é curtinho e tem linguagem simples. A leitura flui bem, não há enrolação.

Confissões de inverno pode não ser a oitava maravilha do mundo, mas toca um assunto atual e bem espinhoso.

Título
Confissões de inverno
Título original
The gospel of winter
Autor
Brendan Kiely
Editora
Arqueiro
Páginas
224
 Testado por Rafaela

2 comentários:

  1. Gosto do tema, porque a adolescência é uma fase de questionamento para o ser humano.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O livro é bem interessante mesmo, Denize.

      Excluir