28 de setembro de 2016

Quando o amor bater à sua porta – Samanta Holtz

Sinopse
Ele tem um passado do qual não se lembra. Ela precisa esquecer o seu.
Malu Rocha é uma escritora de 29 anos independente, confiante e bem-sucedida. Mora sozinha em São José dos Pinhais, perto de Curitiba, onde mantém uma rotina regrada de pedalar todas as manhãs, escrever e, semanalmente, visitar o avô de 98 anos em uma casa de repouso.
Porém sua vida toda controlada sai do eixo quando um homem bate à sua porta e se apresenta como Luiz Otávio Veronezzi, dizendo ter perdido uma reunião marcada com ela. Malu não se lembra do compromisso e sua primeira reação é dispensá-lo. Mas o belo desconhecido insiste, explicando que sofreu um acidente de carro, ficou em coma e perdeu a memória, assim como seus documentos. As únicas coisas que restaram foram um pouco de dinheiro e um papel com o nome e o endereço de Malu, o nome dele e a data da reunião. Luiz confessa que a escritora era sua última esperança para descobrir a própria identidade.
O problema é que ela não tem a menor ideia de quem ele seja.
Desconfiada, mas sentindo-se responsável pelo acontecido, Malu decide ajudá-lo e embarca em uma jornada para descobrir quem ele é – o que acaba trazendo à tona muitos fatos sobre si mesma, seus medos e segredos mais bem guardados, além de um passado que preferia esquecer.
A bela narrativa e a trama que prende do começo ao fim nos convidam a acompanhar Malu e Luiz nessa busca que se transforma em uma história de amor de tirar o fôlego.

Confesso que nunca fui fã de livros nacionais. Não sei direito a razão. Não acredito ser preconceito, só acho que nunca me interessou. Enfim, quando recebi Quando o amor bater à sua porta – você vai deixa-lo entrar?, de Samanta Holtz, da editora Arqueiro, coloquei na frente de todos para a leitura.

O livro conta a história da metódica e bem-sucedida escritora Malu Rocha e de Luiz Otávio, um desmemoriado que bate em sua porta, pois a única pista que tem de seu passado é uma reunião marcada com a escritora. 

Quem é fã de comédia romântica – principalmente filme –, vai perceber algumas referências, como Um lugar chamado Notting Hill e Queridinhos da América. Não é nada descarado, é mais uma familiaridade. E isso não é demérito, longe disso, é apenas uma observação.

A leitura do livro é bem leve e só fica um pouquinho cansativa quando temos as reflexões de Malu – com mais da metade do livro, ou seja, quase pro fim –, mas nada que te faça desistir de ler.

Uma coisa interessante que eu tenho visto por aí, mas nunca tinha visto num livro que eu tenha lido é a trilha sonora. Antes de começar o texto do livro, há a indicação de música para cada capítulo. Eu não tenho esse hábito de escolher uma música para leitura ou identifico o livro com determinado cantor, então, para mim, o que mais gostei de ter essa trilha foi a oportunidade de conhecer algumas músicas, que, obviamente, vou acabar associando ao Quando o amor bater à sua porta. Mas para quem gosta dessa interação, é uma boa pedida. 

No geral, gostei bastante de Quando o amor bater à sua porta. É uma comédia fofa, romântica e boa para o fã do estilo.

Título
Quando o amor bater à sua porta
Autora
Samanta Holtz
Editora
Arqueiro
Páginas
304

Postado por Rafaela


Um comentário:

  1. Adoro esse tema romântico, ainda mais quando lembra com alguma referência, do filme Um lugar chamado Notting Hill, que já vi várias vezes de tanto que gostei. Vou ler.

    ResponderExcluir